Dieta Vegetariana é mais Saudável para seu Cachorro?

Faça um comentário »

Cachorro VegetarianoQue tal começar uma dieta vegetariana? Fazer dieta e alcançar o peso ideal só comendo frutas e legumes é o sonho de muitas pessoas, teoricamente isso nos passa a sensação de vida  saudável e somos diariamente bombardeados por informações de como devemos manter uma dieta equilibrada.

Mas será que a mesma dieta baseada em um conceito vegetariano serve para atender as necessidades nutricionais de meu cachorro?

Recentemente assistimos pela rede Record de televisão à história de um cão da raça Pit Bull, que por habito nutricional de seus donos foi “acostumado” ao ritimo de uma dieta totalmente isenta de carne. Tal notícia foi vinculada como um passo evolutivo rumo a uma vida mais saudável para os cães e para seus donos.

Com o apoio de comentários de alguns veterinários adeptos do novo conceito nutricional para os cães, tudo foi mostrado como perfeitamente possível e saudável. Entretanto, o Cadê Cachorro tem uma posição mais tradicional, baseada em conceitos biológicos e evolutivos que a natureza, ao longo de milhares de anos imprimiu na fisiologia dos nossos cães, fazendo-os sobreviver e ter sucesso como espécie.

De toda sorte a reportagem teve o cuidado de apresentar uma opinião diferente sobre o assunto, e vocês poderão ver também no vídeo abaixo.

Os Cães podem ser vegetarianos?

Segundo o veterinário contrário a dieta vegetariana para cachorro, isso não é um bom habito para se colocar sobre os cães. Ele explicaCrânio Cachorro que a formação do trato digestivo e arcada dentária de um cão não são como a de um ser humano, os dentes de um cão são feitos para dilacerar carne, a partir daí se determina a dieta de um animal. Diferente de nós humanos, já que nossos dentes têm formatos diferentes e nos proporciona uma dieta variada.

Os seres humanos são classificados como seres onívoros, Que se alimenta de diferentes substâncias animais ou vegetais. (Dicionário da língua Portuguesa), mas os cães são classificados como ser carnívoro não rigoroso (Enciclopédia dos Cães – Roryal Canin)

Isso quer dizer que um cachorro pode digerir bem proteínas vegetais, mas essa não pode ser a base de sua nutrição, mesmo nós necessitamos de uma extensa lista de proteínas (animal e vegetal), fibras, vitaminas e outros nutrientes, visto que todos os nutrientes da dieta tem um papel que é específico.

As bases nutricionais da alimentação de um cachorro

Segundo a Enciclopédia Canin, os cães não se alimentam como os seres humanos, até mesmo no que se refere ao comportamento, os cães reconhecem o alimento unicamente pelo olfato, diferente do ser humano que até o aspecto visual influencia no seu reconhecimento do que é bom para comer.  A boa alimentação de um cachorro passa obrigatoriamente, por aspectos que levam em consideração o tamanho do seu cão, a idade do seu cão e a rotina de atividades desse cachorro.

A)Preciso acrescentar carne as rações?

Muito criadores e proprietários de cães vivenciam uma espécie de desconfiança quanto as rações que oferecem aos seus cães, no que diz respeito a qualidade e inserção da carne integrada a esse alimento pré fabricado que são as rações para cachorro, entretanto a Enciclopédia Canin comenta que todo o acréscimo de alimento (mistura) ao alimento industrial, fabricado para atender as necessidades dos cães, só deixa de ser recomendado quando isso afeta a saúde do animal.

B)Nos vegetais são encontrados todos nutrientes?

Os vegetais não são fontes privilegiadas de nutrientes, proteínas e vitaminas. Como exemplo podemos citar as vitaminas A, D, E, K que são armazenadas em gorduras animais, e de acordo com a Enciclopédia Canin, hoje devido as pesquisas para se produzir alimentos cada vez mais eficientes para nossos cães, sabemos que os alimentos preparados para o fim específico de alimentar os cães, todos os nutrientes são necessários são acrescentados para equilibrar e responder eficientemente o desempenho alimentar de seu cachorro.

Os seis mandamentos de uma alimentação racional para os cães.

1 – Água suficiente, fresca e renovada sempre disponível.

2 – Refeições regulares sempre no mesmo local e horário.

3 – Toda ração deve conter os nutrientes essências para o tamanho e idade de cada cão.

4 – Doces, bolos e açúcar em geral não fazem parte da dieta de seu cachorro.

5 – Se o cão não terminar a refeição, os restos devem ser descartados e a vasilha deve sempre ser limpa após o final da refeição de seu cachorro.

6 – Não hesitar em recorrer ao nutricionista do seu cachorro, o veterinário, caso você perceba alterações bruscas no apetite de seu cachorro.

Faça um comentário »

Faça um comentário